Fórum ObservaPED 2014

banner horizontal

Infeccções de Vias Aéreas Superiores

As infecções das vias aéreas superiores (IVAS) são um dos problemas mais comuns encontrados em serviços de atendimento médico pediátricos, resultando em uma morbidade significativa em todo o mundo. As IVAS são a causa mais comum de crianças atendidas por infecção respiratória aguda. Segundo um estudo realizado com crianças ambulatoriais com queixa de infecções de repetição, verificou-se que aproximadamente 50% delas eram crianças provavelmente saudáveis, 30% eram crianças alérgicas, 10% eram portadoras de alguma patologia crônica e 10% tinham algum grau de imunodeficiência. As três infecções de vias aéreas superiores mais comuns são: Rinofaringite aguda (“resfriado”), Faringoamigdalite aguda (“infecção de garganta”) e Rinosinussite aguda (“sinusite”).

O resfriado o é uma infecção leve das vias aéreas superiores - nariz e garganta. Não existe remédio para curá-lo ou vacinas para preveni-lo. O tratamento tem por objetivo, apenas, amenizar os sintomas. Se não houver complicação, tende a evoluir bem em poucos dias. A doença afeta, principalmente, as mucosas do nariz e da garganta e tem maior prevalência entre crianças de dois a seis anos de idade, que apresentam de três a nove episódios de resfriado por ano.

A infecção de garganta pode ser causada por infecções bacterianas ou virais. A maioria dos casos é de origem viral. As infecções de garganta por vírus são processos benignos que se resolvem espontaneamente, ao contrário das bacterianas que podem levar a complicações, como abscessos e febre reumática. O principal sintoma desse quadro é a presença de uma dor de garganta, associada, ou não, à dificuldade para engolir (odinofagia).

A sinusite é uma doença inflamatória que acomete os quatro pares de seios paranasais (maxilares, etmoidais, frontais e esfenoidais) todos são revestidos por epitélio respiratório produtor de muco, transportado por ação ciliar, através da abertura do seio paranasal (óstio sinusal), para dentro da cavidade nasal (meato médio). Através deste mecanismo, os seios são mantidos estéreis. A obstrução do óstio dos seios ou uma deficiência do movimento ciliar pode resultar em retenção de secreções, o que desencadeia sinais e sintomas típicos de sinusite. É a quinta indicação mais comum de uso de antibióticos.

Referências bibliográficas

imagens ilustrativas

Imagens relacionada à doenças das Vias Aéreas Superiores
Imagens relacionada à doenças das Vias Aéreas Superiores

ObservaPED - Observatório da Saúde da Criança e do Adolescente - Mito ou verdade || E-mail: mitoseveradadesobservaped@gmail.com
Site Produzido pela Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG